ANEL SOLITÁRIO O anel solitário é a mais pura forma de amor.

ANEL SOLITÁRIO

 

O anel solitário é a mais pura forma de amor.     O anel solitário é uma das peças mais usadas para presentear as noivas, as namoradas e as esposas, por ser considerado o anel do amor. Esse tipo de anel demonstra a intensidade e o tamanho do carinho entre o casal.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Mas esse objeto só tem esse significado na história A partir de  1477. Apesar de ser uma gema milenar, a tradição de se presentear com um anel solitário só começou no ano de 1.477, com o arquiduque Maximiliano, da Áustria. Ele mandou que procurassem o diamante mais puro, independente de tamanho, e que fosse feito um anel simples, liso, com essa única pedra cravada, criando assim o solitário. O arquiduque presenteou sua noiva Maria de Borgonha, no dia de seu noivado, com essa jóia, colocando-a no dedo anular da mão esquerda, onde fica a vena amoris ( veia do amor, dita pelos egípcios ), que corria diretamente do dedo anular para o coração, reafirmando que o amor deles seria único, puro e eterno.

O significado então desse amor único, seria por que cada diamante é único, puro por sua transparência e eterno tal qual um diamante que nunca se acaba. Assim até hoje, milhares de pessoas no mundo, presenteiam com um diamante, num simples solitário, para expressar o amor puro, único e eterno como um anel solitário. Porém os solitários atualmente são realizados, não apenas com os diamantes, mas com diversas pedras que contem significados diferentes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *